RICARDO VALVERDE

//RICARDO VALVERDE

Nascido em Salvador, e paulistano por adoção, Ricardo Valverde é compositor, vibrafonista, percussionista, arranjador, diretor musical, pesquisador, arte educador e chorão convicto…

Já atuou ao lado de grandes nomes do cenário musical, Tais como:

Dominguinhos Nelson Sargento Anastácia Riachão Cristina Buarque
Arismar do Espírito Santo Paulinho Boca de Cantor (Novos Baianos) Galvão (Novos Baianos) Maestro Branco Paulo Padilha
Dona Inah Silvia Goes Moacyr Luz Monarco da Portela Diogo Nogueira
Osvaldinho do Acordeon Paulo Moura Roberto Mendes Geréba Anastácia
Paulo Padilha Fabiana Cozza   Entre outros…

 

A música está presente em sua família, sua tataravó tocava piano em cinema mudo, seu tio e seu pai também tocam e frequentava rodas de samba e bossa nova, muitas delas vividas em sua casa.

Formação Musical

Estudou nos conservatórios de Osasco e de Tatuí (maior da América Latina).

Também estudou com músicos conceituados, como Guéllo, Ari Colaris, Roberto Saltini, Nenê, Carlos Tarcha e mestre Dinho Gonçalves.

Formou-se em percussão popular na EMESP.

Formou-se Bacharel em Percussão erudita pela Fac- Fito.

Atua também como “arte educador”

  • Trabalha em um programa vocacional de música da prefeitura de São Paulo.
  • Fez por dois anos as oficinas do Sesi Formação com o Vibrafone Chorão.
  • Acompanha a talentosíssima Bia Goes no projeto Brasil em Canções.

Quer legitimar o vibrafone no choro, na música brasileira!,

Com 15 anos já frequentava a casa do renomado violonista Luizinho 7 cordas, que é seu padrinho musical, com quem conheceu o choro.

Formado a partir de aulas de choro que ocorrem na casa do Mestre Luizinho 7 Cordas, participou do Regional do Véio teve como diferencial a presença de seu vibrafone como solista.

Seu primeiro CD foi com o foi com o grupo de choro, “Naquele Tempo”.

“Cochichando” foi o 1º grupo de choro que “Ricardo Valverde” foi integrante

Em 2007 foram agraciados pelo prêmio “Ney Mesquita” da cooperativa de música onde gravaram o CD GRUPO COCHICHANDO.

Em 2008 foi selecionado pelo PROAC de circulação de shows onde com o projeto “3 em 3×4” Um Retrato Da Valsa Brasileira, origem do CD “Um Retrato Da Valsa Brasileira”.

Em 2014 você foi diretor musical da Cantora Marina de La Riva, onde foi idealizador de um Show maravilhoso em homenagem a Dorival Caymmi.

Seu primeiro álbum solo,  “Teclas no Choro” é resultado de anos de pesquisa, e devido ao tamanho do instrumento (Vibrafone), ele montou sua própria roda de choro, pra realização desse desenvolvimento.

Seu segundo álbum solo foi lançado em 2016, TRIOS!!!

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.